Jamais Volto Atrás!

Posted in Normal on 26/04/2008 by Carlos Jorge

JAMAIS VOLTO ATRÁS!

Autor: Carlos Jorge


Foi uma difusa e difícil trilha,

E eu estou finalmente aqui,

Mexo-me um centímetro para frente,

E sinto como se fosse um ano.

Tudo que você sente,

É tão ilusório

É verdadeiro?

É puro?

Eu dou um passo pra frente,

E dois passos pra trás.

Eu tenho uns cem mil quilos,

Atidos nas minhas costas.

Em cima, em baixo…

Em todo o redor.

Não sei realmente o que fazer,

Para conseguir chegar.

Mas estou a caminho,

Eu estou aqui,

Para conseguir

Distanciar-me de você.

Nunca tive uma chance,

Quando eu estava próximo,

Mas agora, eu jamais volverei.

Eu nunca voltarei por esse caminho,

Não importa como…

A vida tente me afrontar,

Eu regressarei por outro caminho.

Creio eu,

Que o faço está correto,

Eu estou a caminho…

Enfrentando cada estação,

Dia a dia!

Há uma chance no escuro?

Ou uma luz no túnel?

Com a mente limpa,

Ficarei e não olharei para trás?

Dê-me uma razão,

Eu posso aprender,

Eu posso voltar.

Eu posso ficar aqui,

Bem aqui onde eu estou,

Mas eu estou a caminho…

Eu estou correndo,

E eu nunca voltarei atrás!


20 de abril de 2008

Anúncios

Ao Meu Amor

Posted in AMOR on 26/04/2008 by Carlos Jorge

Ao meu Amor

Autor: Carlos Jorge

Ô meu Amor!

Eu fico totalmente sem ar,

Apenas ao te olhar.

Em ti não quero pensar.


Ô meu Amor!

É tipo assim,

Não consigo imaginar…

Como pude te amar.


Ô meu Amor!

Não é melhor assim?

Eu aqui, você aí.

Cada um por si.


Ô meu Amor!

Já cansei de chorar,

Cansei de sonhar,

Cansei de te idealizar,


Ô MEU AMOR!

Já que você não me ama!

Eu tenho que te falar…

EU CANSEI DE TE AMAR!!


6 de Abril de 2006

A Voz Dentro de Mim

Posted in Reflexão on 26/04/2008 by Carlos Jorge

A voz dentro de mim

Autor: Carlos Jorge

Eu quero emudecer

A voz dentro de mim

Fiz por merecer

A voz dentro de mim

Não ouço por querer

Quero tanto me calar

Não consigo! Não dá!

Dá vontade de gritar

Não posso mais agüentar…


19 de março de 2008

Eu Queria…

Posted in AMOR on 26/04/2008 by Carlos Jorge

EU QUERIA…

Autor: Carlos Jorge

Noite fria, garoa…

Água fria, tão boa…

Estou sozinho…

Tão frio.


Eu só queria você aqui,

Queria você junto de mim,

Estou tão sozinho aqui,

Queria você juntinho de mim,


Não consigo negar…

Em você, só sei pensar…

Basta apenas, você me olhar…

Pra meu coração disparar.


Eu só queria você aqui,

Queria você junto de mim,

Estou tão sozinho aqui,

Queria você juntinho de mim,


Está frio e estou só,

A solidão, não tem dó…

Eu procuro, por redenção…

Pra remediar… O meu coração.


Eu só queria você aqui,

Queria você junto de mim,

Estou tão sozinho aqui,

Queria você juntinho de mim,


Eu só queria você aqui…


10 de fevereiro de 2008

Agônico

Posted in Tristes on 26/04/2008 by Carlos Jorge

AGÔNICO

Autor: Carlos Jorge


Estou hesitante no que eu proferi,

Jazer relutante e assim me feri…

Não é por que quero…

A minha carne repudia…

Mas Minha alma contradizia…


Porque me sinto assim?

Porque eu sou assim?

Porque eu penso assim?

Porque eu fiquei assim?

Por quê? Isso não sai de mim?


Eu sou encalistrado,

Eu não nego isso…

Estou envergonhado,

Pois, não esqueço disso…


Isso vem e me encontra…

Isso vem e me assombra,

É como uma sombra…

Eu não presto atenção,

Mas está sempre no chão…


E quando penso que não…

Eu vejo aquilo, e então…

Começo a sofrer,

É sem querer… Por que…?

Alguém! Ajude-me… Ajude-me…


Salve-me…

Salve-me…

Salve-me…

Salve-me de mim…

Não consigo viver assim.


9 de fevereiro de 2008

Deixe-me…

Posted in Tristes on 26/04/2008 by Carlos Jorge

Deixe-me…

Autor: Carlos Jorge


Por que você faz isso comigo?

Sabe que fico sempre sentido…

Queria ser teu inimigo,

Então você acabaria comigo.

Pois não agüento mais,

Deixe-me em paz…

Você alimenta meu passado,

Que tento olvidar,

Ou simplesmente ocultar…

Mas eu te menti,

Disse que eu esqueci…

Os últimos 365 dias…

Mas sei que há algo errado.

Você mudou muito,

E eu mudei mais…

Meu passado me condena.


27 de janeiro de 2008

O Efeito Sentimento

Posted in Reflexão on 26/04/2008 by Carlos Jorge

O EFEITO SENTIMENTO

Autor: Carlos Jorge


Confesso, foi bom…

Sentir aquilo foi bom,

Sensação incrível,

Talvez inesquecível, se…

Viesse a acontecer.


Mas eu levantei

Meu caminho continuei…

E agora estou convicto.

De que não lhe sirvo…

Vou seguir em frente.


Às vezes olho para trás

E te vejo sumir mais e mais,

Às vezes me arrependo

Mas com a vida estou aprendendo,

Por isso eu vou seguir.


28 de janeiro de 2008