Soneto do Enfermo

SONETO DO ENFERMO
Autor:
Carlos Jorge

Sinto forte sensação,
Sinto doer o coração,
Sinto os ossos queimar,
Deus! Quando isso vai passar?

As marcas em minha pele,
Aparecem e sangram.
As manchas em minha pele,
Aparecem e queimam.

Estou morrendo,
Eventualmente tudo morre…
É isso que está acontecendo?

Eu não queria partir ainda,
Mas seja feita a tua vontade…
Apenas saiba que te amei de verdade.

2 de Julho de 2008

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: