Arquivo para abril, 2008

O Beijo?

Posted in Reflexão on 26/04/2008 by Carlos Jorge

O beijo?

Autor: Carlos Jorge


O beijo?…………………

……………………………

Bem, é tipo…

………………!!…………

Ehhh…

…??………………………

É bem… É assim…

………… tipo……………

Hm?………………………

………………………………

Tsc, tsc…

Nada a declarar…

22 de abril de 2008

“Esse foi uma idéia maluca rsrsrs…”

Padecer Mental

Posted in Tristes on 26/04/2008 by Carlos Jorge

PADECER MENTAL

Autor: Carlos Jorge

Abandonar é a palavra,

Não pode achar conforto neste mundo,

Tão útil quanto uma prostituta doente,

Varrido para fora pelas rachas em baixo da porta.


Eu não posso parar o pensamento,

Está correndo na escuridão,

Todos os inativos têm que decidir,

Inativos mudam, não conseguem parar por muito tempo.


De joelhos, sangrou no chão,

Essa vida promissora não queria mais,

Então abriu os olhos e viu que estava só,

Morreu em minha mente, está frio até os ossos.


21 de abril de 2008

Adeus Mundo Cruel

Posted in Tristes on 26/04/2008 by Carlos Jorge

ADEUS MUNDO CRUEL

Autor: Carlos Jorge

Minha alma não está à venda,

Mas coração que restou em mim,

Está morrendo depressa.


Uma pedra pode matar esse amor,

Jogue uma pedra e alivie minha dor,

Jogue outra pedra para selar meu destino.


Pois eu não acredito mais nesse mundo,

Não mais, nunca mais…

Não acredito em mim.


Se eu pudesse superar isso,

Eu estaria salvo…

Alguém pode me salvar?


Se eu morrer por amor,

Seria como morrer escravizado,

Jogue uma pedra e alivie minha dor,


Segundas chances são poucas,

E são tão distantes entre si.

O desejo de mudar essa situação me ilude,


Pois eu não acredito mais nesse mundo,

Não mais, nunca mais…

Não acredito em mim.


Adeus mundo cruel,

Pelo menos me veja morrer…

Adeus… Mundo cruel.


20 de abril de 2008

Jamais Volto Atrás!

Posted in Normal on 26/04/2008 by Carlos Jorge

JAMAIS VOLTO ATRÁS!

Autor: Carlos Jorge


Foi uma difusa e difícil trilha,

E eu estou finalmente aqui,

Mexo-me um centímetro para frente,

E sinto como se fosse um ano.

Tudo que você sente,

É tão ilusório

É verdadeiro?

É puro?

Eu dou um passo pra frente,

E dois passos pra trás.

Eu tenho uns cem mil quilos,

Atidos nas minhas costas.

Em cima, em baixo…

Em todo o redor.

Não sei realmente o que fazer,

Para conseguir chegar.

Mas estou a caminho,

Eu estou aqui,

Para conseguir

Distanciar-me de você.

Nunca tive uma chance,

Quando eu estava próximo,

Mas agora, eu jamais volverei.

Eu nunca voltarei por esse caminho,

Não importa como…

A vida tente me afrontar,

Eu regressarei por outro caminho.

Creio eu,

Que o faço está correto,

Eu estou a caminho…

Enfrentando cada estação,

Dia a dia!

Há uma chance no escuro?

Ou uma luz no túnel?

Com a mente limpa,

Ficarei e não olharei para trás?

Dê-me uma razão,

Eu posso aprender,

Eu posso voltar.

Eu posso ficar aqui,

Bem aqui onde eu estou,

Mas eu estou a caminho…

Eu estou correndo,

E eu nunca voltarei atrás!


20 de abril de 2008

Ao Meu Amor

Posted in AMOR on 26/04/2008 by Carlos Jorge

Ao meu Amor

Autor: Carlos Jorge

Ô meu Amor!

Eu fico totalmente sem ar,

Apenas ao te olhar.

Em ti não quero pensar.


Ô meu Amor!

É tipo assim,

Não consigo imaginar…

Como pude te amar.


Ô meu Amor!

Não é melhor assim?

Eu aqui, você aí.

Cada um por si.


Ô meu Amor!

Já cansei de chorar,

Cansei de sonhar,

Cansei de te idealizar,


Ô MEU AMOR!

Já que você não me ama!

Eu tenho que te falar…

EU CANSEI DE TE AMAR!!


6 de Abril de 2006

A Voz Dentro de Mim

Posted in Reflexão on 26/04/2008 by Carlos Jorge

A voz dentro de mim

Autor: Carlos Jorge

Eu quero emudecer

A voz dentro de mim

Fiz por merecer

A voz dentro de mim

Não ouço por querer

Quero tanto me calar

Não consigo! Não dá!

Dá vontade de gritar

Não posso mais agüentar…


19 de março de 2008

Eu Queria…

Posted in AMOR on 26/04/2008 by Carlos Jorge

EU QUERIA…

Autor: Carlos Jorge

Noite fria, garoa…

Água fria, tão boa…

Estou sozinho…

Tão frio.


Eu só queria você aqui,

Queria você junto de mim,

Estou tão sozinho aqui,

Queria você juntinho de mim,


Não consigo negar…

Em você, só sei pensar…

Basta apenas, você me olhar…

Pra meu coração disparar.


Eu só queria você aqui,

Queria você junto de mim,

Estou tão sozinho aqui,

Queria você juntinho de mim,


Está frio e estou só,

A solidão, não tem dó…

Eu procuro, por redenção…

Pra remediar… O meu coração.


Eu só queria você aqui,

Queria você junto de mim,

Estou tão sozinho aqui,

Queria você juntinho de mim,


Eu só queria você aqui…


10 de fevereiro de 2008