Abismo


ABISMO

Autor: Carlos Jorge

Foi rápido, mas dolorido…
O coração se quebrou
Como um graveto seco
O coração se partiu
Em dois ou três pedaços
Um coração que sofreu
Que agonizou…
Querendo morrer…
Procurando uma saída
Uma brecha que seja…
Sair desse mundo de dor
Dessa decepção…
É tudo que desejo
É tudo que mais quero
Porém já não há saída
O gélido vento da tristeza
Levou embora os pedaços…
Os pedaços do coração
Coração que um dia…
Iludiu-se com um amor…
Amor impossível…
Amor cego…
Um amor que se atirou no abismo…
Um abismo sem fim…
E cada vez mais… Eu vejo você…
Lá do alto, me vendo cair…
Mais e mais…
É interminável, o fundo nunca chega…
A minha redenção parece impossível…
O abismo é escuro e frio
Estou caindo… Caindo… Caindo…
Já nem me importo mais…
Vivo caindo eternamente…
E não sei por mais quando tempo
Eu continuarei caindo…

8 de novembro de 2007

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: